© Direitos de autor e autorizações

Copyright

Site na Internet

Todo o material publicado neste site é propriedade literária
© Ateliers & Presses de Taizé, Communauté de Taizé
71250 Taizé, France
editions taize.fr

Autorização para uso dos cânticos de Taizé

Há já alguns anos que igrejas e paróquias têm vindo a utilizar «cânticos de Taizé», por vezes incluindo até alguns deles nos seus livros de cânticos. Os irmãos da Comunidade alegram-se com este facto, uma vez que é gerador de um elo de ligação entre a experiência dos jovens em Taizé e a sua vida nas paróquias.

É importante que as músicas sejam cantadas com a mesma simplicidade com que são cantadas em Taizé, para que os grupos e as paróquias possam conhecer o cântico e descobrir a oração que este transmite.

Existe uma profunda relação entre a frase musical e essas poucas palavras que são cantadas «ao infinito». Esta longa repetição da mesma frase está associada a uma antiga forma de rezar, que inclui, como exemplos, a Avé Maria no Ocidente e a Oração do Nome de Jesus nas igrejas Orientais. É esta especificidade que a Comunidade deseja preservar.

Formulados de formas muitos diferentes, os inúmeros pedidos de permissão para a reprodução de cânticos levaram os irmãos a considerar, com especial cuidado, a melhor forma de saber como poderão os cânticos manter o seu verdadeiro carácter e a sua referência ao compromisso da Comunidade, com o qual estão geralmente associados.

A versão final de cada cântico é publicada apenas após um longo período de trabalho por parte dos compositores e autores, que tem como base a experiência de oração em Taizé. Através disto, cada cântico adquire uma identidade e estilo próprios. Este esforço conjunto está indissociavelmente ligado ao ministério da Comunidade junto dos jovens e a uma busca contínua por uma forma de oração que seja acessível a um grande número de pessoas que participam nos encontros, tanto os que têm lugar em Taizé como os que acontecem noutros locais.

Há pessoas que pedem à Comunidade para aceitar modificações nos cânticos: adaptações, arranjos, novos arranjos instrumentais, outras letras ou diferentes traduções. Embora justificadas, estas alterações poderiam, aos olhos dos autores e no caso de serem aceites, levar ao surgimento de múltiplas versões de grande parte dos cânticos, muitos delas bastante distanciadas do original. É precisamente isto que a Comunidade pretende evitar. É essencial deixar os cânticos de Taizé «existirem como são», com a sua simplicidade e autenticidade, como suportes de uma oração muito simples e meditativa.

São estas as razões que levam a Comunidade a autorizar apenas a reprodução da versão original dos cânticos, tal como aparecem nos livros publicados pela Comunidade de Taizé ou pelos editores autorizados em cada país.

Canto

Se desejam simplesmente cantar os cânticos em público ou numa oração mais privada, não necessitam de autorização.

Gravações

Para fazer uma gravação dos cânticos ou para copiar parte de gravações feitas em Taizé, é preciso contactar A&PT.

Fotocopiar os cânticos

Se desejam fotocopiar, imprimir cânticos ou reproduzi-los na Internet, precisam de autorização. Para a reprodução dos cânticos em folhas de papel, com um fim não comercial – folhetos para usar em assembleias litúrgicas, paróquias, escolas, coros ou reprodução de partes específicas dos livros de cânticos para um uso local – por favor peçam, de antemão, permissão.

Para todos os outros projectos de reprodução ou utilização dos cânticos – comerciais ou outros – é importante contactar A&PT.

Textos

Os textos publicados nesta página podem ser livremente fotocopiados e distribuídos em papéis, para um uso não comercial, mas apenas se a sua fonte for citada, com a seguinte menção aos direitos de autor:
«© Ateliers & Presses de Taizé, Communauté de Taizé, 71250 Taizé, France».

Para uso em qualquer meio destinado à venda ou que directa ou indirectamente possua um cariz comercial ou para inclusão em publicações, é necessária uma autorização por escrito dos A&PT.

Também para uma retransmissão electrónica, nomeadamente via Internet, é necessária uma autorização prévia.

Imagens, gráficos, vídeos, ficheiros de som, etc.

Para copiar ou distribuir quaisquer outros elementos a partir desta página (incluindo imagens, gráficos ou ficheiros de som) em qualquer formato, é necessária uma autorização prévia dos «Ateliers et Presses de Taizé».

O nome «Taizé»

O nome «Taizé», tal como o símbolo da cruz em forma de pomba, são marcas registradas pertencentes a «Ateliers et Presses de Taizé».

Ateliers et Presses de Taizé
Communauté de Taizé
71250 Taizé
France
editions taize.fr

Printed from: http://www.taize.fr/pt_article600.html - 17 September 2019
Copyright © 2019 - Ateliers et Presses de Taizé, Taizé Community, 71250 France