Irmão Denis (1934-2015)

Há algumas semanas, o irmão Denis regressou da fraternidade de Nairobi, no Quénia, para ser hospitalizado em Lyon. Constatou-se que sofria de um tumor cerebral irreversível. Veio para Taizé no dia 10 de Novembro. Na noite de sexta-feira para sábado 28 de Novembro, na véspera do Advento, enquanto dormia, entrou na vida eterna.

Há um pouco mais de meio século, o irmão Denis foi o arquiteto da igreja da Reconciliação em Taizé. Entre os edifícios cujos planos desenhou, inclui-se também a igreja de «São José Operário» em Nairobi, na favela de Kangemi, onde o Papa Francisco esteve na passada sexta-feira 27 de Novembro, durante a sua viagem apostólica a África.

Este ano de 2015, o irmão Denis tinha feito ícones com cascas de madeira para um caminho de Evangelho junto à fonte de Santo Estevão, apresentado numa página do site. Recentemente, ele tinha também feito peças para uma exposição temporária em Taizé.


No início da celebração da Eucaristia em sua memória, terça-feira, 1 de Dezembro, o irmão Alois leu a seguinte oração:

Jesus Cristo, confiamos-te o nosso irmão Denis, que tu acolhes na vida de eternidade para sempre junto de ti. Com uma humilde fé e com um coração sincero, ele acreditou em ti e respondeu ao teu chamamento. Ele colocou ao teu serviço os seus grandes dons criativos. Juntamente com os nossos irmãos, em Taizé ou em fraternidade, foi uma testemunha do teu amor. Ele amou África e todos aqueles com quem viveu no Quénia e no Senegal. Louvamos-te pela sua vida entre nós e confiamo-lo à tua misericórdia. Espírito Santo, tal como ao nosso irmão Denis, tu enches-nos de esperança e, mesmo com uma fé muito pequena, nós ousamos dizer com as nossas vidas: «Cristo ressuscitou!»

em Nairobi em 2008

Printed from: http://www.taize.fr/pt_article19860.html - 24 July 2019
Copyright © 2019 - Ateliers et Presses de Taizé, Taizé Community, 71250 France