Cotonou 2016

Ecos da preparação no Benim e nos países vizinhos

Visitas no Outono de 2015

Entre 17 de Outubro e 17 de Novembro, uma equipa de irmãos estão no Benim para uma nova fase de preparação local da próxima etapa africana da «Peregrinação de Confiança através da Terra» em Cotonou. Um irmão escreve:

«Desta vez, o nosso primeiro objetivo era estabelecer contacto com os jovens de cada paróquia que acolherá participantes durante o encontro. Graças ao trabalho de explicações de alguns, os espíritos estão disponíveis e a nossa agenda foi rapidamente preenchia com reuniões e encontros com grupos de jovens nas paróquias.»

Em paralelo continua a procura de parceiros profissionais para ajudar nos vários aspetos logísticos do encontro, assim como os contactos com as administrações.

Algumas visitas nas áreas rurais, para convidar os jovens, permitiram descobrir uma outra faceta do país, de medir as suas raízes na tradição e a dificuldade para os jovens de encontrar emprego. «Na minha paróquia muitos jovens vão para a Nigéria, os rapazes trabalham na construção civil, as raparigas como empregadas domésticas. Eles só voltam no Natal. O desenraizamento é radical!» Confidencia o sacerdote Adelphe, padre em Sedje-Denou, a menos de duas horas de Cotonou.

«Pais e jovens apoiam esta peregrinação em suas orações, para que jovens partam para atravessar fronteiras, que as famílias abram os seus corações e as suas casas para hospedá-los, que as comunidades locais se mobilizem para partilhar a esperança vivida por muitos de seus membros. Os temas preparatórios podem ser reutilizados casa mês e alimentar uma reflexão e uma partilha. Os cânticos do encontro aparecem já no programa dos ensaios de muitos coros que apoiam as liturgias. A constituição de comissões locais (recepção, alojamento, preparação das orações, animação das manhãs e procura de testemunhos, coordenação do transporte) vai continuar durante os próximos meses. A próxima etapa da preparação está marcada para o mês de Março, quando os irmãos vão regressar para fazer o ponto da situação e ver como se está a desenvolver o trabalho, procurando assim continuar juntos estas preparação.»

— -

Printed from: http://www.taize.fr/pt_article19780.html - 17 November 2019
Copyright © 2019 - Ateliers et Presses de Taizé, Taizé Community, 71250 France